Naspers investe R$ 125 milhões na Movile

splash-movile-bloisiA empresa sul-africana de mídia Naspers, principal acionista da Movile desde 2008, acabou de investir R$ 125 milhões na empresa brasileira, dona dos aplicativos iFood, Apontador e PlayKids.

O novo aporte será destinado à aceleração dos negócios da empresa no setor Online-to-Offline, para solidificar os negócios da Movile e ampliar a atuação do PlayKids, aplicativo de conteúdo educacional para crianças de até 5 anos e que hoje é o aplicativo infantil com maior faturamento no mundo todo.

http://blogs.estadao.com.br/start/movile-recebe-aporte-de-r-125-milhoes-da-naspers/

 

Apps para taxi no Brasil: Easy Taxi x 99Taxis

easy-taxiA carioca Easy Taxi e a paulista 99Taxis dominam amplamente o mercado de aplicativos no país, concentrando 95% das chamadas. O número de pessoas que baixaram o aplicativo da Easy Taxi é o dobro das que carregam o da 99Taxis. A frota da 99Taxis tem 11% mais carros.

http://exame.abril.com.br/revista-exame-pme/edicoes/82/noticias/a-corrida-dos-taxis-2

A Telefônica compra a GVT

gvtA Telefônica e a Vivendi assinaram acordo definitivo para a venda da GVT para a Telefônica Brasil. As negociações envolvendo as empresas tiveram início em 29 de agosto e a operação inclui pagamento em dinheiro de € 4,663 bilhões, além de 12% do capital social da Telefônica Brasil, após sua integração com a GVT.

http://www.telefonica.com.br/servlet/Satellite?c=Noticia&cid=1386094550181&pagename=InstitucionalVivo%2FNoticia%2FLayoutNoticia01

RIM estuda produção do PlayBook no Brasil

BlackberryA Research in Motion (RIM) está estudando a possibilidade de produzir seu tablet, o Playbook, no Brasil. “Estamos analisando essa possibilidade com atenção. O Brasil faz um bom trabalho em conceder incentivos fiscais para produção local”, disse Rick Costanzo, vice-presidente da RIM e diretor regional de vendas para Américas, em entrevista para Mobile Time durante o Mobile World Congress, em Barcelona, nesta terça-feira, 28. No momento a empresa canadense fabrica cinco modelos de smartphones no País, em parceria com a  Flextronics.

O executivo admitiu que o ano passado foi duro para a RIM, com perda de market share no mercado norte-americano, troca de CEOs e alguns problemas nas primeiras versões do Playbook. Porém, ele se diz confiante quanto ao futuro da empresa e ressalta a qualidade da versão 2.0 do sistema operacional do PlayBook, que inclui uma série de novas funcionalidades, como a integração do email e da agenda de contatos com Twitter, Facebook, LinkedIn e outros serviços de maneira automática. Com base em dados do IDC, Costanzo afirma que a empresa segue líder em vendas de smartphones na América Latina.

A RIM lançará no segundo semestre seu novo sistema operacional, o BlackBerry 10. Os rumores entre analistas internacionais são de que a empresa concentraria seus esforços em dois modelos com esse OS: um superphone e um smartphone de entrada, para substituir o Curve. Costanzo preferiu não comentar sobre os planos para o BlackBerry 10, mas deixou no ar a possibilidade de que os próximos modelos talvez tenham conectividade com redes LTE. “Preferimos não lançar aparelhos LTE com os chipsets atuais mas estamos trabalhando para resolver essa questão”, disse.

CES: Qualcomm e Nokia apostam em mercados emergentes

NokiaO mercado da mobilidade, que conta com pelo menos 6 bilhões de pessoas conectadas ao celular, é o que mais interessa a Qualcomm, que gasta em média US$ 1,3 trilhão por ano com pesquisas e desenvolvimento. A empresa, que já vendeu mais de 7 bilhões de chips para dispositivos móveis, afirma que seu foco agora não será mais os smartphones, mas sim chips para celulares de menor custo.

Paul Jacobs, CEO da Qualcomm, enfatizou durante o CES em Las Vegas a importância dos mercados emergentes na mobilidade. Ele afirmou que metade dos smartphones será direcionada para esses mercados, como China, índia e Brasil, e é necessário que aplicativos sejam desenhados com foco nesse público, ajudando no desenvolvimento e na economia do país.

CEO da Nokia, Stephen Elop, também disse que o foco da empresa não está somente em ganhar participação de mercado na linha dos smartphones, mas também aumentar sua participação entre celulares de baixo e médio porte, em mercados emergentes, tentando levar a Internet pra esse novo consumidor móvel.

GVT recebe empréstimo de R$1.2 Bi do BNDES

GVTTelecom operator GVT Holding SA (GVTT3.BR), owned by French entertainment and telecom group Vivendi, has been approved for a loan of U.S. $663 million (R$1.184 billion) from Brazilian development bank BNDES. The loan is intended to complement the company’s investment plans through 2013, which are aimed at expanding current business areas and new cities, as well as pay-TV operations and implementing innovation in telephony services and Internet bandwidth range, content and interactivity.

GVT plans to double its staff this year, jumping from 7,900 in December 2010 to more than 14,200. The company maintains its own customer-service staff, which includes call-center workers and onsite service technicians.

This month, GVT announced plans to expand its operations to 13 new cities in Brazil, as result of investment of U.S. $57 million (R$ 100 million).

In the third quarter, GVT saw net revenue rise 38.4% to U.S. $502 million (R$893.5 million). The number of lines in service in the customer base increased 50.1% to 5.78 million as a result of territorial expansion, reaching three new cities as part of a plan to expand its services for eight new municipalities in the first nine months of the year.

Investment in the quarter totaled U.S. $261.9 million (R$465.9 million). For the year, GVT has invested U.S. $674.8 million (R$ 1.2 billion), an increase of 51.2% compared with the first nine months of 2010. During the Futurecom event this year, GVT said that it plans to invest U.S. $5.85 billion in Brazil through 2016.

In September, GVT announced its plans to investment of U.S. $380 million (R$ 650 million) through the end of 2012 to launch pay TV in the country. The move is an important departure for GVT, which has focused on providing fixed-telephony and broadband. GVT expects that within five years, revenue from TV may contribute more to the carrier’s business than telephony or Internet broadband.

A recent survey from consulting firm Frost & Sullivan shows that the investments in the telecommunications market is at its highest since the Brazilian privatization in 1998. Together, the investments of the biggest telecommunications groups are expected to total about U.S. $35 billion (R$62.8 billion) from 2011 to 2016.

Fonte : RCR Wireless

CEO da Nokia visita o Brasil para apresentar nova família de smartphones populares

NokiaNesta quarta-feira (30/11), Stephen Elop, CEO da Nokia, veio ao Brasil para apresentar a linha Asha, nova família de smartphones populares da fabricante. Dos quatro modelos apresentados recentemente durante o Nokia World, evento global da companhia que aconteceu em Londres (Inglaterra), apenas três chegam ao mercado brasileiro a partir de janeiro de 2012: os modelos 200, 201 e 303.

O primeiro é dual chip, com capacidade para até cinco SIM cards, e possui forte integração com as redes sociais (Facebook, Orkut, Flickr e até o Renren da China). O aparelho vem com cartão MicroSD de 2 GB, aceita até 64 GB de memória e tem teclado QWERTY. O modelo 201 é focado em música e chega com autonomia de 52 horas de música ininterruptas. Ambos rodam o sistema operacional Nokia S40, têm conexão 2G e possuem o Nokia Browser, navegador da companhia que comprime as páginas em até 90% e promete rapidez na navegação e, obviamente, economia na conta. O Asha 200 será vendido nas lojas da Claro e da TIM por R$ 349 além da tradicional cadeia de varejo. Já o Asha 201, que também será vendido no varejo, tem preço sugerido de R$ 249 na TIM e Vivo, operadoras parceiras no lançamento.

O Asha 303 é o primeiro da linha a ser vendido no Brasil, e a partir de janeiro de 2012, já estará na Nokia Store e em outras lojas de varejo. A versão 300 é o carro chefe da família. Tem tela maior, teclado QWERTY e touchscreen, conexão Wi-Fi, câmera de 5 megapixels e processador de 1 GHz. O aparelho tem integração com redes sociais, aplicativo Whatsapp e o game Angry Birds. O celular ainda possui conexão 3.5G, um meio caminho entre o 3G e o LTE (4G), e será comercializado no país por R$ 459.

Em sua primeira visita ao Brasil, Elop se disse especialmente animado com a resposta dos consumidores da América Latina com a nova família de produtos. “Parte da nossa estratégia é conectar o próximo bilhão de pessoas e o Brasil faz parte disso. A Nokia no Brasil ainda é muito bem vista e muito querida. A chegada de um novo portfólio só fortalece a companhia”, comentou o CEO.

Os dois smartphones com Windows Phone, lançados pela companhia recentemente, também foram anunciados. O Lumia 800 foi considerado por Elop como “o primeiro Windows Phone de verdade”. O dispositivo possui tela AMOLED de 3.7 polegadas (800 x 480) e um processador de 1.4 GHz. Ele tem câmera de 8 megapixels com lentes Carl Zeiss, capaz de gravar vídeos em HD e 16 GB de espaço para músicas, fotos, vídeos e aplicativos.

O Lumia 710 vem com processador de 1.4 GHz e câmera de 5 megapixels, com flash LED e gravador de vídeos em alta resolução (720p). A memória interna do aparelho é de 8 GB e a principal vantagem do aparelho é que, diferente do Lumia 800, ele será produzido em Manaus e, portanto, deverá ter um preço mais acessível.

Fonte : Olhar Digital

MasterCard e Telefonica criam joint venture para pagamentos móveis

VivoSoluções serão voltadas para assinantes da Vivo.

A MasterCard e a Telefonica anunciaram nesta terça-feira (22) a criação de uma joint venture para oferecer soluções financeiras móveis aos clientes da Vivo no Brasil. A iniciativa inclui a criação de uma carteira móvel que pode ser usada para realizar pagamentos através do celular e transferir recursos, pagar contas e fazer compras on-line.

A nova empresa será independente e cada sócio terá 50% das ações, e ainda será apresentada às autoridades competentes para aprovação.

Segundo as empresas, o serviço promove a inclusão financeira de consumidores brasileiros, permitindo transações entre clientes bancarizados e não-bancarizados e impulsionando a aceitação de pagamentos móveis em locais que tradicionalmente aceitam apenas dinheiro, como táxis e serviços de entrega, além de vendas porta a porta.

“Com o compromisso da MasterCard de ampliar a inclusão financeira, a joint venture é uma oportunidade de oferecer soluções financeiras acessíveis e eficientes para milhões de clientes que possuem celulares, mas que nunca tiveram acesso aos benefícios dos meios de pagamentos eletrônicos”, diz Richard Hartzell, presidente da MasterCard para a região da América Latina e Caribe.

Para Joaquin Mata, chefe global de serviços financeiros da Telefonica Digital, a parceria “posiciona a Telefonica como uma das empresas líderes no desenvolvimento de soluções financeiras móveis no Brasil.”

Fonte : IP News

Steve Jobs deixa presidência executiva da Apple

AppleSteve Jobs demitiu-se quarta-feira à noite do cargo de CEO da Apple Inc.

Jobs liderou a empresa em sua transformação de uma fabricante de computadores decadente numa das empresas mais valiosas do mundo, lançando produtos e designs avançados como o iMac, iPod, iPhone e, mais recentemente, o iPad.

O executivo, diagnosticado com câncer do pâncreas em 2004, estava de licença médica. Ele enviou uma carta ontem ao conselho comunicando sua decisão. Eis uma tradução, na íntegra:

PRESS RELEASE: Carta de Steve Jobs

24 de agosto de 2011 – Ao Conselho de Administração e à Comunidade Apple:

Eu sempre disse que se um dia chegasse ao ponto em que eu não pudesse mais cumprir com minhas obrigações e expectativas como diretor-presidente da Apple, eu seria o primeiro a lhes informar. Infelizmente, esse dia chegou.

Eu, aqui, demito-me como diretor-presidente da Apple. Eu gostaria de continuar, se o Conselho julgar conveniente, como presidente do Conselho, conselheiro e empregado da Apple.

Quanto a meu sucessor, eu enfaticamente recomendo que executemos nosso plano de sucessão e indiquemos Tim Cook como diretor-presidente da Apple.

Acredito que os dias mais brilhantes e inovadores da Apple ainda estão por vir. E eu quero assistir e contribuir para o seu sucesso num novo papel.

Eu fiz alguns dos melhores amigos da minha vida na Apple, e agradeço a vocês por todos os muitos anos em que pude trabalhar com vocês.

Fonte: WSJ